Nós As Pessoas: Hugo Alves

Natural de Braga, o vencedor do concurso Chefe do Ano 2021 conta com passagens profissionais por espaços como o Hotel AS 1829, o The Yeatman, o Wish e o Restaurante Pedro Lemos. Em 2022, estreou-se a solo com a abertura do Norma, em Guimarães.

Qual a melhor forma de aliviar o stress após uma semana de trabalho?  

Eu trabalho em Guimarães mas vivo em Vila Nova de Gaia, portanto passo a semana fora. Gosto de regressar e estar em casa com as minhas pessoas. Outras das coisas que mais gosto de fazer são aqueles “biscates” que, por norma, muitos adiam por meses. Falo de arranjar coisas, como torneiras que pingam, gavetas que não fecham bem, por aí.

O que fazes para descontrair e motivar a tua equipa? 

Tento respeitar ao máximo os hobbies de cada um, os seus tempos e os seus momentos. Faço questão que entendam que o trabalho é apenas uma parte pequena da vida deles e não a maior. Nas épocas baixas, por exemplo, tentamos dar dias de folga extra. Também tenho que eles sintam o restaurante da mesma forma que eu a nível financeiro e a nível criativo.
Depois, somos sempre muito transparentes uns com os outros. Se um dia, um de nós está aborrecido e sem vontade, temos à vontade para falarmos sobre isso. E, caso seja possível, temos essa abertura para mandar a pessoa embora mais cedo. Afinal de contas, eu também tenho esses dias.

Qual o teu guilty pleasure gastronómico depois de um serviço desafiante?

Bebo vinho verde, preferencialmente gelado, sentado na bancada da pastelaria do restaurante. Esporadicamente como um kebab da rolote e bebo dois ou três finos, tudo regado com o frio da madrugada.

Foto: Manuel Chaves

PUB

Edições do Gosto

Newsletter EG

Faça parte da comunidade gastronómica.

Junte-se à Comunidade Gastronómica EG

* indicates required
Área de profissão *