Hugo Alves é o CCA 2021

O The Baron’s Hall, em Gaia acolheu a Final Nacional da 32ª edição do Chefe Cozinheiro do Ano.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O The Baron’s Hall, em Gaia, acolheu hoje, dia 30 de Novembro, a Final Nacional da 32ª edição do concurso Chefe Cozinheiro do Ano, da qual Hugo Alves, do restaurante Pedro Lemos se sagrou vencedor. Este é o maior concurso de cozinha para profissionais em Portugal e acontece desde 1989.

O concurso organizado pelas Edições do Gosto, teve como vencedor Hugo Alves , cozinheiro de 29 anos no restaurante Pedro Lemos, no Porto, apresentou ao júri um menu composto por A sopa de nabos (entrada), O bacalhau e a orelheira (peixe), Pica no chão (carne) e O pudim abade de priscos (sobremesa).

“Quero dedicar esta vitória a todos os amigos e colegas que me ajudaram. Comecei a treinar durante a pandemia e foi um desafio bastante difícil, mas no final compensou e hoje saio daqui Chefe Cozinheiro do Ano, o que para a nossa carreira é um marco que fica para sempre.”, afirmou Hugo Alves, após sagrar-se vencedor.

Hugo Rocha, do Restaurante Real by Casa da Calçada e Miguel Silva, do hotel Palace do Bussaco ficaram, respetivamente, em segundo e terceiro lugar. Estiveram também em competição André Cameirão, do Azor Hotel Ponta Delgada, Carlos Torres, dos Elebê Restaurantes e Rogério Barbosa, do hotel Prazer da Natureza Resort & Spa. Este último cozinheiro foi ainda distinguido com o prémio Helmut Ziebell, homenagem ao chefe de cozinha austríaco, membro honorário do júri, o prato de Gaspacho de maçã verde, abacate e pão de especiarias. Este prémio é atribuído ao prato mais inovador.

Foram estas as pontuações da Final Nacional:

Ao longo do dia, foi possível acompanhar a prova em direto e também assistir à 3ª edição do Fórum Pensar Cozinha, onde se falou de diversidade, saúde mental, criatividade, inclusão e gestão no mundo da restauração.

O concurso Chefe Cozinheiro do Ano tem o patrocínio principal da Makro, do Bacalhau da Noruega, da NX Hotelaria e da ICEL. Contou também com o patrocínio da Bom Sucesso, LAVA e Estrella Damm. A Bonduelle e a Rational são parceiros.  A jaleca oficial é da Prochef. Com o apoio da ACPP – Associação de Cozinheiros Profissionais de Cozinha, da Chaîne des Rôtisseurs, da Rede-T, das Escolas do Turismo de Portuga e da SARA HACCP Digital.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Chefe Cozinheiro do Ano