A Cabidela

Não é um prato que agrade a todos. Mas para quem gosta, a cabidela é uma ode à gastronomia portuguesa e tem um lugar de destaque no receituário tradicional português.

É uma coisa nossa.

Genericamente, chama-se cabidela a um guisado que incorpora sangue de animal, mas o conceito não se extingue aqui. Há tradição na forma de fazer, mas também existe espaço para a sua reinvenção. 

Lugar para o equilíbrio entre os ingredientes usuais e a vontade de criação do novo pelos cozinheiros. 

 

A criação da Ordem

Em 2016, as Edições do Gosto criaram a Ordem da Cabidela:  um movimento de amantes da cabidela, um prato tradicionalmente português, emblemático e sujeito a muitas interpretações. Tantas quantas as vontades de o reproduzir ou reinventar. Queríamos criar a maior estrutura de amantes da gastronomia em Portugal.

Um elogio a tão adorada iguaria, em que são alvo de distinção, no grau de cavaleiros, os seus fiéis seguidores, com direito a cerimónia de entronização.

Por convite ou aquisição, os comensais marcam presença nos jantares e são ordenados “Cavaleiros da Ordem da Cabidela”, recebendo uma “pena ” prateada, num colar vermelho que simboliza e concretiza a sua entronização.

 

 

 

Os Jantares

Um jantar da Ordem da Cabidela é um momento de festa e celebração da gastronomia, em ambiente descontraído e informal.

Para além da tradicional cabidela, o menu é completo com pratos inspirados na iguaria homenageada, desde as entradas à sobremesa.

Durante o jantar acontece a entronização e o momento de todos juntos, pela gastronomia gritarem:  Pela Ordem!

Em 2021, serão realizados 6 jantares em restaurantes de Norte a Sul do país.

Próximos Jantares

Osso Bento
10 de Setembro, 20h
Com Mateus Freire, Ricardo Nogueira e Vítor Adão

Patrocinadores

Organização

Edições do Gosto

Newsletter EG

Faça parte da comunidade gastronómica.

Junte-se à Comunidade Gastronómica EG

* obrigatorio