Musa, a cerveja inspiradora

Em 2014, algures numa viagem pela A1, Bruno Carrilho e Nuno Melo decidiram que seria boa ideia criar uma cerveja revolucionária que democratizasse o processo artesanal em Portugal. Dois anos depois, lançaram os primeiros rótulos e em 2017 inauguraram em Marvila, Lisboa, a sua fábrica de cerveja e a primeira tap room da marca, ao qual chamaram Fábrica Musa, que desde o dia em que abriu conta com uma programação musical eclética e um menu de petiscos criado pelo chefe Pedro Monteiro. Nascia a Musa, inspirada e inspiradora.

Os rótulos imaginativos, os trocadilhos divertidos, a imagem jovem e o design criativo têm sido fortes motores para o sucesso da marca Musa “que canta Zappa mas que sabe dançar o pisca-pisca, com cervejeiros que fazem uma pilsner com o mesmo carinho que fazem uma double dry-hopped milkshake triple IPA”. Born In The IPA, Red Zeppelin, Frank IPA são alguns dos sucessos da marca que conta já com mais de 50 cervejas criadas. 

“Parar é morrer” parece ser o mote de vida dos seus criadores que em 2019 e em 2021, respetivamente, inauguraram outras duas tap rooms: a Musa da Bica, em Lisboa e a Musa das Virtudes, no Porto. À semelhança da casa mãe, as cervejas em pint da Cerveja Musa são acompanhadas pelas propostas gastronómicas dos chefes Pedro Abril e Tiago Lima Cruz, no espaço na Bica e dos chefes Ana Leão, Cristiano Barata e João Baião, na Invicta. Ambos têm vida própria, com uma carta que muda de forma constante e com programas culturais e musicais, bem como, pop ups em parceria com outros chefes. 

Com uma loja online, onde entre packs de cervejas, é vendido o merchandising da marca, a Musa encontra-se presente de norte a sul do país, em restaurantes e bares de cerveja, com a ambição de continuar a ser uma cerveja “democrática e descomprometida”. 

Edições do Gosto

Newsletter EG

Faça parte da comunidade gastronómica.

Junte-se à Comunidade Gastronómica EG

* obrigatorio