Mais céu aberto

Foram cruciais em tempos de pandemia de Covid-19 para acomodar clientes de forma segura, à distância adequada e ao ar livre. As esplanadas já eram uma forma de estender um serviço de uma unidade de restauração, mas a partir de 2020 passaram a assumir outra importância num restaurante. O conforto e o design do espaço (incluído mesas e cadeiras) foram aprimorados e começaram a ser pensados de outra forma para poderem ser utilizados no verão e no inverno com proteções contra vento e chuva ou aquecimento, por exemplo. O investimento parece ter valido a pena para muitos restaurantes, mesmo aos de casual fining ou de fine dining, que hoje têm o seu espaço exterior tão cobiçado como o interior.

Foto: Tozé Canaveira

Edições do Gosto

Newsletter EG

Faça parte da comunidade gastronómica.

Junte-se à Comunidade Gastronómica EG

* obrigatorio