Tiago Penão

É já um nome em evidência na gastronomia nacional quando falamos em cozinha nipónica. Tiago Penão tem 34 anos e já passou por diversas casas de renome em Portugal como o Sushi Caffe, o Sea Me, o Midori (uma estrela Michelin) e, mais recentemente, o Praia no Parque. No verão de 2021 lançou-se a solo com o Kappo, em Cascais, um restaurante de cozinha japonesa onde o respeito pelo produto é fundamental. 

Penão é oriundo de uma família ligada à restauração: o irmão é cozinheiro, a mãe organizava eventos como casamentos e batizados e o pai era mestre grelhador. Quando reprovou um ano na escola acabou por ir trabalhar na copa de um restaurante japonês, Assuka. Tiago tinha 16 anos e foi-se encantado pela bancada da cozinha, onde passado uns meses já ajudava o chefe “aqui e ali”. 

Nascia assim o amor pela cozinha japonesa, pela técnica envolvida, pelo minimalismo e pela valorização pelos produtos da estação. No seu currículo conta com experiências com chefes como Pedro Almeida do Midori e Lucas Azevedo do Praia no Parque e por uma aventura internacional no restaurante de cozinha nikkei Pakta, em Barcelona, dos irmãos Adrià. 

O Kappo, que em japonês significa “cortar e cozinhar”, um estilo de cozinha tradicional japonesa de elite, é agora a oportunidade do cozinheiro se expressar de forma individual. No restaurante, clientes e cozinheiros estão frente a frente, separados apenas pelo balcão. No menu impõe-se o conceito Omasake, que significa “ficar nas mãos do chefe”, a partir do menu Danketsu, dividido por uma série de etapas divididas por métodos de confeção da cozinha japonesa. 

Nas palavras de Tiago, o Kappo “ambiciona ser um sítio de excelência onde valorizamos o nosso cliente acima de tudo e trabalhando todos os dias para proporcionar as experiências gastronómicas mais memoráveis”. 

Edições do Gosto

Newsletter EG

Faça parte da comunidade gastronómica.

Junte-se à Comunidade Gastronómica EG

* obrigatorio