Farta, a revista que quer valorizar a gastronomia popular portuguesa

Há uma nova revista no mercado gastronómico. Chama-se Farta e é um projeto da agência de design Another Collective e do jornalista Rafael Tonon. A publicação, cuja primeira edição é dedicada a um ex-líbris da cozinha portuense, a francesinha, saiu em julho, e nasceu com o propósito de valorizar a gastronomia popular portuguesa.

“Fartos de perceber que raramente olhamos para os pratos da cozinha tradicional portuguesa com a atenção que eles nos merecem. Enquanto se aplaudem modernismos e se balbuciam altas gastronomias e releituras, viramos a cara às receitas tradicionais que sempre estiveram nas nossas mesas e que sempre forraram os nossos estômagos”, pode ler-se no site oficial da revista.

A francesinha, criada n’A Regaleira, na baixa do Porto, em 1952, pelas mãos do emigrante Daniel David da Silva — que adaptou a receita do prato francês Croque-monsieur com uma sandes em bijou de cinco quinas, carne assada, salsicha e linguiça do mercado do Bolhão, coberta de queijo e molho picante — é a protagonista do primeiro número.

Nas mais de 100 páginas que compõem a revista, podem ler-se cartas de amor à francesinha, exemplos de receitas de aproveitamento do molho da dita cuja, a recriação do prato pelo chefe Vasco Coelho Santos do Euskalduna Studio, no Porto, e ainda uma reportagem junto dos cafés mais emblemáticos a servirem esta iguaria.

Para este edição foi ainda criada uma peça exclusiva, de nome Vandoma, desenvolvida à mão pelo BePolar Design Studio, desenhada para comer uma francesinha, pois claro. Além disto, relacionados com o tema, estão também disponíveis para aquisição um print do artista visual Pedro Lopes e uma ilustração da designer gráfica e ilustradora Min.

A revista conta com a colaboração de Álvaro Martino, BePolar Design Studio, Cursed Francesinhas, Diana Barnabé, Filipe Soares, Inês Matos Andrade, João Rodrigues, Min, Pedro Lopes, Pedro Tavares, Teresa Castro Viana, Tiago Lessa e Vasco Coelho Santos.

A Farta tem um custo de 18€ e está disponível para venda online no site oficial e em várias lojas como a Kitchenette, em Lisboa e a Princesinha, no Porto.

Mais informações aqui.

Foto: Humberto Mouco

Edições do Gosto

Newsletter EG

Faça parte da comunidade gastronómica.

Junte-se à Comunidade Gastronómica EG

* obrigatorio