Sem Espinhas: Louise Bourrat

Sem Espinhas é uma rubrica que dá a conhecer primeiro a pessoa, depois o profissional. Guilty pleasures, refeições estranhas e ingredientes improváveis são temas que fazem parte deste questionário. O convidado que se segue chama-se Louise Bourrat e é a chefe do Boubou’s, em Lisboa.

Se não fosses cozinheiro o que terias sido? Acho que não podia acontecer eu não ser cozinheira mas se tivesse de escolher seria professora de yoga 

Qual é aquela receita que nunca te sai bem? Macarons.

Que ingredientes improváveis resultam muito bem? Vou dizer antes uma coisa que tem um sabor improvável: as fezes do bicho-da-seda. A que sabem? A cacau.

Qual foi a refeição mais estranha que já tiveste? Tudo que seja insetos e larvas. O mais estranho foi um verme do coco na selva da Amazónia.

A primeira vez que cozinhaste, preparaste o quê? Aos 4 anos fiz um oeuf cocotte que consiste em colocar dentro de um ramequim um ovo, uma colher de nata espessa, sal, pimenta e noz-moscada. Depois, é cozinhar tudo em banho-maria durante 10 minutos.

O que comes depois do serviço? Uma feijoada do Galeto.

Qual é o teu maior guilty pleasure? Batatas-fritas com maionese e ketchup.

Qual o maior erro que já cometeste numa cozinha? Já aconteceu usar uma laminadora de massa elétrica e um dos meus dedos ter ido parar dentro máquina” Tive muita sorte em não tê-lo perdido nesse dia.

A quem confiarias a tua cozinha por um dia? A quem cuidar dela!

Qual é o restaurante que gostavas de ter mas não é teu? Blue Hill Farm by Dan Barber.

Foto: @dachshund_films

PUB

Edições do Gosto

Newsletter EG

Faça parte da comunidade gastronómica.

Junte-se à Comunidade Gastronómica EG

* indicates required
Área de profissão *