Sem Espinhas: Ana Patrícia Correia

Sem Espinhas é uma rubrica que dá a conhecer primeiro a pessoa, depois o profissional. Guilty pleasures, refeições estranhas e ingredientes improváveis são temas que fazem parte deste questionário. A convidada que se segue chama-se Ana Patrícia Correia e é chefe pasteleira do Marupiu Pâtisserie.

Se não fosses cozinheira o que terias sido? Fui engenheira mecânica durante sete anos. Gostava muito da minha profissão, mas sentia necessidade de ter mais liberdade criativa, por isso hoje sou pasteleira!

Qual é aquela receita que nunca te sai bem? Mexidos ou formigos. Todos os anos tento recriar a receita da minha avó e ainda não consegui!

Que ingredientes improváveis resultam muito bem? Foie gras, rum e sal fumado. Fizemos um macaron aqui na pastelaria que ficou delicioso!

Qual foi a refeição mais estranha que já tiveste? Pudim de peixe.

A primeira vez que cozinhaste, preparaste o quê? Pudim de ovos.

O que comes depois do serviço? Normalmente janto. O serviço por aqui termina às 19h.

Qual é o teu maior guilty pleasure? Gomas.

Qual o maior erro que já cometeste numa cozinha? Tentar fazer massa de croissant numa batedeira doméstica… ao fim de dois minutos estava a fumegar.

A quem confiarias a tua cozinha por um dia? Ao meu braço direito na Marupiu, a chefe pasteleira Patrícia Monteiro.

Qual é o restaurante que gostavas de ter mas não é teu? O CODA, em Berlim. É um restaurante exclusivo de sobremesas, com duas estrelas Michelin. Adoro tudo: o conceito, a execução e o serviço.

Foto: DR

PUB

Edições do Gosto

Newsletter EG

Faça parte da comunidade gastronómica.

Junte-se à Comunidade Gastronómica EG

* indicates required
Área de profissão *