Entrevista Luís Pato

Aos 75 anos, o enólogo Luís Pato, que levou o nome da Bairrada para o mundo, aposta na criatividade dos projetos ao lado da filha Maria João para manter a mente ativa. 

Entrevista Inês Silva Azevedo

Portugal soma exemplos de jovens bem sucedidos pelo mundo fora. Inês Silva Azevedo é um deles, tendo conquistado na Eslovénia o lugar de chefe de cozinha do novo Ana de Ana Roš, a chefe estrelada que serve de inspiração a muitas mulheres. 

Marcelo Oliveira

Natural de São Paulo, Marcelo Oliveira trabalha em cozinhas portuguesas desde 2019. Antes disso, ganhou experiência dentro de portas nos restaurantes do chefe Rodrigo Oliveira. Recentemente, assumiu um novo desafio: o de liderar o novíssimo Cav 86, onde antes estava a Cavalariça Lisboa. Parte da equipa deste gastro bar no Caís do Sodré estão ainda Bruno Caseiro e Bruno Contrera – chefes executivos e sócios neste projeto. 

A cozinha da Mouraria que dá as boas-vindas ao pluralismo cultural

A cidade de Lisboa, no verão, aquece o coração. As ruas enchem-se de aromas de grelhados, cores, sorrisos, marchas, música e dialetos estrangeiros. Na Cozinha da Mouraria abrem-se portas aos costumes dos festejos, dos manjericos, das grelhas com sardinhas, mas há aromas que duram o ano inteiro.  

Entrevista Tony Fox: Long live the king

Só tem a quarta classe, mas fez de tudo um pouco: começou a trabalhar nas obras com 11 anos, foi eletricista, serralheiro, fez limpezas no prédio da Bolsa de Londres, foi porteiro de discotecas, segurança, promotor de festas africanas, abriu desfiles de Nuno Gama na ModaLisboa. Hoje, tem dois restaurantes em Lisboa, uma empresa de […]

Entrevista ao artista Francisco Eduardo

“É um humano peculiar. Malandro no olhar, mas muito trabalhador ao nível do coração. Luta por ele e pelos outros.” Assim se define Francisco Eduardo, o artista que, por todo o país, gere múltiplos projetos de desenho, ilustração e vídeo. 

Arkhe. No princípio era o verbo: resistir 

No Arkhe, em Lisboa, João Ricardo Alves e Alejandro Chavarro plantam a semente da revolução vegetal sem fundamentalismos. E assumem o desígnio de “quebrar o ciclo” de mão-de-obra barata, desqualificada e, muitas vezes, maltratada do setor. Porque nenhum restaurante pode ser sustentável sem cuidar das suas pessoas. 

Edições do Gosto

Newsletter EG

Faça parte da comunidade gastronómica.

Junte-se à Comunidade Gastronómica EG

* indicates required
Área de profissão *